Teste seu inglês com os erros de Donald Trump

Atualizado: Mai 21

Donald Trump está, sem dúvida, na lista de pessoas mais comentadas e importantes da atualidade. Assim, espera-se que o presidente dos Estados Unidos da América saiba falar inglês com perfeição, correto? Nem tanto.


Além dos erros de digitação frequentes, o Mr. President há muito vem sendo alvo de piadas na internet por cometer erros básicos de gramática e sintaxe em seus posts nas redes sociais e discursos. Quando se é uma figura pública, é necessário tomar esse tipo de cuidado.


Será que você consegue descobrir os erros em algumas frases de autoria de Donald Trump? Não é difícil! Como disse antes, os erros são básicos e se descobrir que você consegue corrigir o presidente dos Estados Unidos certamente irá ganhar o dia!


Primeiro, você verá a frase original, em seguida, um pequeno comentário com a correção. Tente encontrar o erro e corrigi-lo antes de ler o comentário, ok?


1- "Ted Cruz is totally unelectable, if he even gets to run (...). Will loose big to Hillary."

Encontrou o erro? À primeira vista, parece um erro bobo de grafia, mas o resultado são duas palavras completamente diferentes. Loose significa solto, frouxo, folgado. Se uma roupa ficou muito grande para você eu digo: "It`s loose." Porém, a palavra correta seria lose, que significa perder, aí sim indicando que Ted Cruz perderia feio para Hillary.


2- "This Russian connection non-sense is merely an attempt to cover-up the many mistakes made in Hillary Clinton's losing campaign."

Trump tem um sério problema com hífens. Ele os adora e frequentemente inventa um uso nos locais mais absurdos. Neste caso, nonsense se escreve junto e cover up não possui hífen.


3- "She gave us ISIS, because her and Obama created this huge vacuum."

Qualquer estudante básico consegue sacar essa. É só lembrar da nossa regrinha na língua portuguesa de que “mim não conjuga verbo”. Her, neste caso, também não, já que o pronome apenas recebe ação do verbo. Ao invés de her, ele deveria ter usado she.


4- “National Review is a failing publication that has lost it's way. It's circulation is way down its influence (…)”

Ah, os possessivos! Enquanto professora, fico extremamente feliz por meus alunos não terem muitos problemas com eles quanto os nativos.

It's = It is (verb to be)

Its (sem apóstrofo) = possessivo de it, no caso, é o que Trump deveria ter utilizado nas duas ocasiões.


5- “Looks to me like the Bernie people will fight. If not, there blood, sweat and tears was a waist of time (…)"

Mais uma vez, possessivos. É their (deles) e não there (lá), e se você enumerou mais de uma coisa, o verbo é were, e não was. E mais uma vez, a palavra que o senhor procura é waste (desperdício) e não waist (cintura).


6- “China steals United States Navy research drone in international waters – rips it out of water and takes it to China in unpresidented act”.

Unpresidented? Ele foi 'despresidenciado'? Mesmo que fosse o caso de uma palavra inventada não poderíamos dizer isso, pois percebemos pelo contexto que não é o caso e que a palavra que Trump procurava alí era unprecedented. Este tweet foi posteriormente deletado e corrigido.

7- Durante uma entrevista:

Cooper: "Did you use that $960 million loss to avoid paying personal federal income taxes?"

Trump: "Of course I do. Of course I do."

Caro Sr. Trump, se a pergunta começa com did, indicando um fato que já aconteceu e se encerrou no passado, você responde com did, ok?


8- Durante debate: “You was totally out of control!”

A língua inglesa possui apenas duas formas de passado para o verbo to be: Was (I, he, she, it) e were (we, you, they). Ele conseguiu errar repetidamente.


9- “Wonderful meeting with Canadian PM ‪@JustinTrudeau and a group of leading CEO's & business women from Canada and the United States”.

Plural não leva apóstrofo, basta adicionar um “s” ao final da palavra. Portanto, CEOs, e não CEO's. Além disso, businesswoman é uma palavra só, mas pelo menos não foi usado hífen desta vez, não é mesmo?


Bom, depois de tudo isso, acredito que a principal lição seja: não tenha medo de se comunicar em inglês! Seu inglês não precisa ser perfeito para que você comece a se arriscar na língua. Se Donald Trump, nascido e criado em meio à língua e cultura inglesas comete erros tão básicos, porque você, que possui o idioma como segunda língua não erraria? Deixe o medo de lado e conquiste o mundo.


Leia também: Inglês ruim - 10 traduções bizarras que farão você rir.


See you!


© Skylimit Idiomas [email protected]

Tel: (51) 3056-4891 Whatsapp: (51)99860-2824

Rua Julio de Castilhos, 706, Santa Cruz do Sul - RS. 

Inglês | Espanhol | Alemão